Como saber qual é o melhor software jurídico para peticionar?

12 minutos para leitura

 

O melhor software jurídico para peticionar faz muito mais do que simplesmente enviar petições eletrônicas. A solução otimiza o tempo e agiliza o protocolamento de documentos na Justiça. Além disso, colabora para tornar as equipes jurídicas mais produtivas e para a segurança dos tokens.

A escolha do melhor software jurídico para peticionar tem que considerar esses benefícios. Afinal, o peticionamento eletrônico é uma parte muito importante do trabalho de profissionais de advocacia. Portanto, é necessário que o software para peticionar realmente seja um auxílio no dia a dia e atenda às especificidades da advocacia.

Mas, será que existe um software de peticionamento eletrônico para escritório de advocacia que sirva a tudo o que profissionais de Direito precisam para desempenhar bem suas atividades e ainda seja fácil de usar? Sim, esse software para peticionar documentos na Justiça existe. Para escolher a melhor solução para o escritório de advocacia, basta seguir todas as dicas.

15 dicas para descobrir o melhor software jurídico para peticionar

1. Estude todos os benefícios de usar o melhor software jurídico para peticionar

A forma mais aconselhável de escolher o software para peticionamento eletrônico é compreendendo do que se trata exatamente a solução.

Conceitualmente, um software de peticionamento eletrônico para escritórios de advocacia é um programa para computador que reúne dentro de si a maior parte dos sistemas disponibilizados pelos Tribunais brasileiros para envio de petições eletrônicas.

De forma prática – que é a que realmente interessa -, um software para peticionar é uma solução que elimina a necessidade de realizar configurações complexas nos computadores usados para o protocolamento eletrônico cada vez que há uma atualização no sistema do Judiciário. Portanto, não há mais preocupação com JAVA, Shodõ, navegadores e afins.

Dessa maneira, qualquer alteração que ocorre no sistema do Tribunal deixa de ser uma preocupação de profissionais de advocacia para se tornar um assunto a ser resolvido no software. Assim, o trabalho da advocacia prossegue, sem interrupções.

Mas, além de poupar tempo com demandas alheias àquelas que são próprias da advocacia, um software para peticionar documentos na Justiça aumenta a produtividade dos escritórios de advocacia. Ainda, fomentam o cumprimento dos prazos processuais.

2. Saiba o que é foco de melhoria no escritório

Como já foi descrito conceitualmente e de forma prática o que é um software para peticionamento eletrônico e o que a solução é capaz de fazer pelo escritório de advocacia, a dica seguinte é para observar o que possivelmente o software para peticionar pode ajudar a melhorar.

Uma pergunta que pode ajudar com esse entendimento é: por qual razão se está buscando o melhor software jurídico para peticionar? Existem algumas prováveis respostas.

Um dos possíveis motivos que desencadeia a busca pelo melhor software jurídico para peticionar é a necessidade de manter profissionais de advocacia dedicados somente a única tarefa de realizar os protocolos. É fato que esses profissionais tem plena capacidade de atender a demandas mais complexas.

Outra provável razão para inserir um software de peticionamento eletrônico no escritório de advocacia é a necessidade de gerir os tokens. É prática comum profissionais de advocacia liberar o acesso da equipe jurídica ao certificado digital. Dessa maneira, o documento eletrônico é utilizado por muitas pessoas. No entanto, um software para peticionar limita esse acesso, garantindo a segurança da certificação.

Além disso, a inserção da tecnologia no Direito, a percepção da necessidade de modernização e automação de processos operacionais, e o melhor uso da capacidade intelectual de profissionais de advocacia também se apresentam como motivos para escritórios de advocacia decidir não mais depender exclusivamente dos sistemas dos Tribunais para realizar os protocolos e dispor de uma melhor maneira de garantir o envio das petições eletrônicas.

3. Conheça a tecnologia, o suporte e a mobilidade

Hoje em dia, os melhores softwares jurídicos para peticionar são executados na nuvem, ou seja, dispõe de acesso exclusivamente online. Por isso, uma dica importante é saber qual é o serviço de computação em nuvem que permite ao software acessibilidade pela rede mundial de computadores.

Conhecer a tecnologia com a qual é desenvolvido o software para peticionamento eletrônico que se planeja contratar ajuda no entendimento sobre qual é a política de segurança dos dados a que as informações do escritório de advocacia estarão submetidas.

Além disso, é um meio de se informar a respeito do nível de modernização que, de fato, a lawtech responsável pelo software de peticionamento eletrônico para escritório de advocacia insere nos produtos.

O PeticionaMais, por exemplo, utiliza os serviços da Amazon. Especialmente em função da segurança, do sistema de backup, da resposta rápida do servidor, do controle de acessos aos usuários e da qualidade inquestionável da empresa de Jeff Bezos.

É devido ao uso desse tipo de tecnologia que o acesso ao software para peticionar pode ser feito a partir dos diversos navegadores (Firefox, Edge, Google Chrome, Safari) e dispositivos (MacBooks, smartphones, tablets e afins).

Inovação, tecnologia, mobilidade são princípios fundamentais para softwares para peticionar documentos na Justiça como o PeticionaMais, que facilmente se adapta à versão mobile.

4. Investigue a qualidade do software para peticionamento eletrônico

Contratar um software de peticionamento eletrônico para escritórios de advocacia e somente depois descobrir que a solução deixa a desejar em qualidade é uma das piores experiências que profissionais de advocacia podem ter com a tecnologia. Justamente para evitar que isso aconteça, é preciso investigar a qualidade do software para peticionar. Ele pode possuir todas as funcionalidades, mas é fácil de usar? Esse é o tipo de pergunta que precisa ser feita antes da contratação.

O que faz de uma solução o melhor software jurídico para peticionar é a eficiência, usabilidade, o bom atendimento e o suporte oferecido em todo o processo de contratação e depois, como usuário. A dica é observar se o cliente é interpretado realmente como um parceiro. Reparar se de fato é ouvido e atendido em suas necessidades.

Uma forma de conferir o nível de atenção dedicado ao cliente é por meio dos conteúdos compartilhados no site do software para peticionar documentos na Justiça. Geralmente, é onde são publicados também os cases. Ao acessá-los é possível conhecer a opinião e a satisfação de quem já utiliza a solução no escritório de advocacia. As redes sociais são outras fontes de informação sobre o software. Tanto quanto as avaliações no Google e o site Reclame Aqui.

Contudo, saber a opinião de diferentes profissionais de advocacia é um fator determinante para a contratação ou não de um software para peticionamento eletrônico. Afinal, a interação observada nos canais de referência dará uma ideia de como é a relação com o público em geral e os usuários, mais especificamente. Inclusive quando as coisas não vão bem e problemas acontecem. O posicionamento perante situações desconfortáveis também demonstra o grau de maturidade da empresa.

5. Assegure-se de que o custo vale o benefício

Valor não se mede pelo preço. Essa é uma máxima bem conhecida e que pode ser aplicada na escolha do melhor software jurídico para peticionar. Ainda assim, preço é um tópico importante na hora da avaliação e fonte de muitas dúvidas.

Por isso, alguns softwares para peticionamento eletrônico fundamentam seus planos para contratação no número de petições e não no de usuários. É uma tentativa de ser mais justo e transparente quanto à oferta de serviços.

O mesmo acontece em relação aos planos. Os melhores softwares jurídicos para peticionar não impõem fidelização. Assim, é possível alterar o tipo de plano ou cancelar a contratação sem qualquer ônus.

Então, na hora de assegurar se o custo vale o benefício, a dica é verificar esses pontos relacionados a como é calculado o plano e à fidelidade. O PeticionaMais oferece essa flexibilidade na contratação. Os planos atendem às demandas de escritórios de advocacia de todos os portes.

Certamente, isso precisa ser considerado, assim como a economia que pode ser feita com a contratação de planos mais robustos. Dependendo do planejamento estratégico e financeiro do escritório de advocacia, esse pode ser um investimento com maior retorno.

A decisão sobre qual plano contratar pode levar em conta o valor por petição praticado em cada alternativa. Também, a análise sobre qual opção atende efetivamente ao volume de protocolos do escritório. É preciso que tudo se encaixa no orçamento para aquisição e manutenção de soluções inovadoras. Reunir essas informações e, ainda, fazer uma projeção sobre a economia a longo prazo, sobretudo de tempo ganho no protocolamento, é o básico para escolher o melhor software jurídico para peticionar.

Um último detalhe é a forma de pagamento. É preciso saber se a cobrança é de acordo com a preferência do Financeiro do escritório de advocacia, já que alguns preferem a transação via boleto bancário e outros por meio de cartão. A praticidade do boleto, até para manter a flexibilidade na transição de planos, faz com que essa seja a forma de contratação praticada pelo PeticionaMais.

6. Verifique se o software facilita a gestão da equipe e de protocolos

Inovar na forma de enviar petições e tornar mais eficiente a gestão da equipe jurídica e de protocolos são dois grandes objetivos da gerência dos escritórios de advocacia que decide avaliar o melhor software jurídico para peticionar.

O PeticionaMais permite que essa gestão seja feita de forma prática e otimizada, proporcionando mais tempo para profissionais de advocacia. Com isso, não é mais necessário os gestores despenderem de horas para auditar a execução dos protocolos e fazer o diagnóstico da produtividade da equipe.

O sistema possibilita extrair relatórios por unidade do escritório cadastrada no software para peticionamento eletrônico ou por usuário. É possível, ainda, conferir quais protocolos apresentaram erros e verificar individualmente o protocolamento de cada processo.

As informações mais importantes são notificadas todas por e-mail, o que permite maior controle sobre a operação dos protocolamentos. Tudo para facilitar a gestão do peticionamento eletrônico no escritório de advocacia.

É possível cadastrar as informações dos processos privativamente ou de forma coletiva, a partir da importação via planilha, anexar documentos e habilitar profissionais de advocacia nos processos de interesse.

7. Entenda como são enviadas as petições

Todo profissional de advocacia se preocupa em não perder os prazos. Por isso, o PeticionaMais encarrega-se de sempre enviar as petições assim que é concluído o cadastro das informações no software de peticionamento eletrônico para escritório de advocacia.

Entretanto, o processo de envio é desencadeado a partir do comando para protocolar. Assim, garante-se a segurança de que a petição será enviada no devido momento, conforme a demanda da equipe jurídica do escritório.

Dessa maneira, o time de profissionais de advocacia consegue se organizar para realizar os protocolamentos, com total autonomia. Isso, além de colaborar para a autoconfiança e responsabilidade da equipe, também contribui para minimizar gradativa e permanentemente  a prática do micro-gerenciamento, que é um hábito em muitos negócios jurídicos.

O melhor software jurídico para peticionar conta com robôs inteligentes para entregar as petições eletrônicas nos Tribunais. São esses mesmos robôs que retornam com o registro do protocolamento.

Além de todas essas facilidades, os gestores das equipes jurídicas mantêm o token em segurança. Principalmente porque o certificado digital conserva-se dentro do software para peticionar. Portanto, nenhuma mídia física precisa ficar sob a responsabilidade da equipe. Com isso, há a certeza de que a assinatura digital é utilizada somente para o protocolamento.

8. Veja se é possível adaptar automaticamente os documentos jurídicos

Elaborar as peças jurídicas já é uma tarefa que consome algumas horas de trabalho de profissionais de advocacia. Ou seja, que exige muita atenção.

Além de produzir a melhor petição, os profissionais do escritório não tem que se preocupar com tamanhos e formatos de arquivos. O PeticionaMais faz a adaptação automática dos documentos jurídicos, de acordo com as especificidades de cada Tribunal. Sendo assim, basta “arrastar” o arquivo .pdf para a área de transferência do software para peticionamento eletrônico. Com isso, há maior produtividade e agilidade no dia a dia da advocacia.

Isso pode ser feito pelo computador, smartphone ou tablet, do escritório ou de qualquer outro lugar. É mais rapidez e ganho de tempo na hora de peticionar!

9. Observe os fatores como organização e produtividade

Uma rotina mais organizada e produtiva são dois dos principais ganhos dos escritórios de advocacia com o PeticonaMais. Até porque, o melhor software jurídico para peticionar foi desenvolvido com esse propósito. É por essa razão que a solução contempla também ferramentas que auxiliam na gestão de equipes e certificação digital.

Há várias funcionalidades, como o registro completo dos processos judiciais, o envio de petições intermediárias, acesso simultâneo e monitoramento dos usuários.

Todas as informações mais relevantes sobre os processos protocolados eletronicamente permanecem na tela inicial do software para peticionar documentos na Justiça. Isso facilita na organização das próximas tarefas e compromissos relacionados ao envio de protocolos.

Um dos recursos interessantes é o que permite alternar facilmente entre as instâncias nos processos em que é preciso corrigir uma petição com a indicação correta da instância. Com essa funcionalidade, quando acontece de a peça jurídica ser enviada para a instância errada do Tribunal e haver falha no protocolo por causa disso, a solução é rápida.

A facilidade em identificar qual profissional de advocacia detém ou não habilitação em um processo é outro diferencial do software para peticionamento eletrônico. Dessa maneira, é possível mediar quais profissionais são responsáveis por determinados processos e quais necessitam de acesso a casos específicos. Isso simplifica a própria habilitação, que pode ser feita diretamente da própria solução.

10. Repare como o software pode contribuir no relacionamento com o cliente

O PeticionaMais também colabora para um melhor relacionamento com o cliente. Por exemplo, caso o processo já esteja no Tribunal, os dados da ação judicial podem ser importados para o software de peticionamento eletrônico para escritórios de advocacia somente com o número de registro.

Por outro lado, em caso de todo o cadastro das informações precisar ser feito do início, a simples importação dos dados por meio de uma planilha já resolve a questão. Essa flexibilidade é essencial para otimizar o tempo de profissionais de advocacia e do próprio cliente.

As informações mais essenciais dos processos constam no recibo do protocolo. No PeticionaMais, é possível abrir a relação dos processos já protocolados e fazer o download automático do recibo em versão PDF. O documento, então, pode ser facilmente encaminhado para o cliente, para mantê-lo atualizado sobre a ação judicial.

11. Compreenda como o software contribui para a gestão da equipe

Atender às demandas da prática advocatícia e as de gestão da equipe jurídica exige muito de profissionais de advocacia. A não ser que tenham à disposição o melhor software jurídico para peticionar.

Uma das tarefas que dá muito trabalho é acompanhar a realização dos protocolamentos feitos pela equipe jurídica. Também, garantir que todos foram executados dentro do prazo. Mas, sem isso, dificilmente dá para determinar qual é a performance do escritório de advocacia. Logo, parece haver um impasse.

No entanto, essa situação se resolve com o PeticionaMais. A equipe atua de forma mais colaborativa, focada e produtiva. Tudo porque poder contar com a extração de um diagnóstico de desempenho diretamente do software para peticionar. Isso também contribui para a obsolescência do micro-gerenciamento, citado anteriormente, e para centrar os esforços naquilo que é primordial para o escritório de advocacia, como o planejamento estratégico e o foco no cliente.

O trabalho em equipe e a própria gestão do time flui melhor com o PeticionaMais. Principalmente porque o software para peticionar documentos na Justiça foi desenvolvido para melhorar a relação dos profissionais de advocacia com o peticionamento eletrônico.

A partir do envio dos protocolos, quem é responsável pelo processo recebe por e-mail e no próprio software as atualizações referentes ao envio da petição. Ou seja, o aviso sobre o retorno do recibo do protocolo ou algum erro ocorrido no envio chega também na caixa de mensagens.

Portanto, os profissionais de advocacia estão sempre cientes do que acontece com os protocolamentos. Dessa forma, não precisam verificar a todo o momento o sistema. Afinal, o acesso a todas as informações mais importantes está disponível no próprio software ou na caixa do correio eletrônico.

melhor software jurídico para peticionar

12. Reúna informações sobre a empresa que desenvolve o software

A Softplan, empresa que desenvolve o PeticionaMais, cria soluções para o ecossistema da Justiça há 30 anos. Mas, além de toda a experiência, o que também confere credibilidade é a capacidade de inovar e a transformação digital que promove também na advocacia.

Algo que a empresa valoriza bastante são o bom atendimento, o relacionamento e as parcerias que firma com o cliente. Em razão disso, mantém canais de contato disponíveis pelo site, com o chat online e dentro do PeticionaMais! É possível enviar mensagens por e-mail e ver as respostas para as perguntas frequentas na página de FAQ.

Somado a tudo isso, é disponibilizado para os clientes uma forma de falar diretamente com a equipe de suporte e desenvolvimento. Por esse meio, é possível enviar sugestões de melhorias e implementação de novos recursos para o PeticionaMais. Algumas das funcionalidades foram desenvolvidas depois que foram recebidas as recomendações.

13. Confira o atendimento e o suporte

A usabilidade é algo imprescindível para o melhor software jurídico para peticionar. Não basta ter todos os recursos para a gestão de protocolos e tokens. É imprescindível haver uma boa experiência de uso e um suporte que atenda às dúvidas e questionamentos.

Profissionais de advocacia que utilizam o PeticionaMais têm à disposição um serviço de qualidade. A equipe multidisciplinar e especializada está sempre acessível para responder a todos os questionamentos dos profissionais que fazem parte das equipes jurídicas dos escritórios de advocacia. Ainda, mantém acessível para os usuários vídeos de treinamentos com as instruções necessárias para fazer o melhor uso do software para peticionamento eletrônico. Com isso, os profissionais ganham autonomia para usar o PeticionaMais a qualquer momento ou hora do dia.

Melhor software jurídico para peticionar

14. Informe-se sobre a migração dos processos

O tempo passa e alguns sistemas desenvolvidos para viabilizar o processo eletrônico nem sempre conseguem cumprir com a intenção. Isso acontece! Então, torna-se natural querer encontrar o melhor software jurídico para peticionar.

Entretanto, estar nessa situação ou desejar mudar a forma de peticionar por outra razão, requer atenção à migração dos processos.

É preciso levar os dados das ações judiciais existentes nos Tribunais para dentro do software para peticionamento eletrônico. Mas, a facilidade em fazer isso no PeticionaMais pode ser o argumento decisivo para a contratação do PeticionaMais. Sendo o caso, essa é a melhor hora.

Especialmente porque a migração dos processos judiciais para o PeticionaMais é uma atividade autônoma. Assim, qualquer profissional de advocacia cadastrado na solução pode importar os processos, sem a necessidade de suporte. A não ser em casa de dúvida, mesmo. Os processos são importados quase instantaneamente.

15. Escolha uma solução completa

Como já mencionado, o PeticionaMais vai além de ser um software de peticionamento eletrônico para escritório de advocacia. Trata-se de uma solução completa, que detém todas as funcionalidades para gerar produtividade, aumentar o tempo disponível da equipe jurídica, proporcionar um trabalho colaborativo, melhorar a gestão dos protocolos e dos tokens. Tudo de forma muito organizada.

As funcionalidades e os benefícios do PeticionaMais são pautadas no usuário. Portanto, em profissionais de advocacia e o que precisam para enviar petições de forma descomplicada. Isso significa que a solução foi desenvolvida e é constantemente melhorada para garantir agilidade. Por este motivo, associada à apresentação e ao visual, o PeticionaMais proporciona uma excepcional usabilidade. Sendo assim, pode ser considerado o melhor software jurídico para peticionar. É só falar com um especialista para comprovar!

 



Diane Ziemann
Author: Diane Ziemann
É formada em Jornalismo pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Tem experiência em redações e agências do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já trabalhou como repórter, editora e assessora de imprensa. Atualmente, é produtora de conteúdo da área de Inovação, na Unidade de Justiça da Softplan.

Deixe uma resposta