Atendimento ao cliente em escritório de advocacia: 4 dicas práticas para não errar!

Atendimento ao cliente em escritório de advocacia é algo que deve ser encarado com muita seriedade! Afina, o cliente satisfeito é aquele se sente bem atendido. O cliente bem atendido é aquele que conta apenas com os serviços de um único escritório de advocacia. Além disso, é aquele que recomenda os serviços do escritório para outras pessoas. Ou seja, ainda proporciona a oportunidade de novos negócios.

Certamente, é nesse ciclo virtuoso que todo escritório de advocacia deseja entrar. Então, deve-se prestar muita atenção em como é feito o atendimento ao cliente no escritório de advocacia. Não errar nesse ponto é essencial para o negócio jurídico crescer.

Como acertar no atendimento ao cliente em escritório de advocacia?

1. Conhecimento jurídico não é tudo!

A maior tendência é os advogados acreditarem que o conhecimento que detém é o suficiente para manter o cliente. Afinal, o domínio do Direito que possuem é o que faz com que o cliente obtenha bons resultados em suas demandas judiciais, não é mesmo?

Essa é, na realidade, uma verdade parcial. Claro que as pessoas preferem ter na linha de frente alguém com muito conhecimento para dissolver toda questão que se levanta. No entanto, essa preferência pode mudar se as pessoas não tiverem, por exemplo, sua necessidade de contato atendida.

Por mais que elas saibam que o advogado está trabalhando e, muito provavelmente, obterá o melhor resultado para o litígio, elas querem saber: “quando esse advogado vai falar comigo para me colocar a par da situação?”

Pessoas têm necessidade de contato. Portanto, por maior que seja o conhecimento jurídico e as estatísticas que apontam a assertividade do trabalho executado, isso não é tudo. O mesmo cuidado e dedicação deve ser posto em outras áreas, como a de relacionamento com o cliente.

2. Não há problema em automatizar!

Muitos serviços já automatizaram o atendimento ao cliente. Um exemplo é o site Ingresso Rápido. Toda a conversa se desenrola com um robô. Claro que essa pode não ser a melhor alternativa. Até porque, quando se entra em contato com um serviço, é porque há um problema a resolver. Lidar com robôs, nessa situação, pode só gerar (mais) insatisfação. A questão é que a empresa buscou usar a tecnologia a seu favor. Por que não fazer o mesmo para aperfeiçoar o atendimento ao cliente mo escritório de advocacia?

Não é preciso, necessariamente, colocar um robô para falar com os clientes. Contudo, caso a maior questão seja a falta de tempo disponível para falar com o cliente, vale pensar em quais opções existem para aumentar o ganho de tempo. Existem soluções desenvolvidas por empresas de tecnologia dedicadas a desenvolver softwares para a área da Justiça que podem, por exemplo, enviar petições de forma mais rápida. Assim, as tarefas podem ser remanejadas. O tempo que sobra, é possível usar para ter uma ou outra conversa com alguns clientes que anseiam por retorno.

É uma ideia que pode custar pouco para ser posta em prática e oferecer um retorno maior que o esperado.

3. A proatividade é muito valorizada!

Antecipar-se no atendimento ao cliente em escritório de advocacia é outra possibilidade de baixo custo e que pode gerar muito retorno. A maior exigência será de tempo e organização. Entretanto, assim que o advogado encontrar um momento em cada dia ou cada semana para entrar em contato com o cliente e dizer para ele como está andando o caso, ele verá os clientes mais satisfeitos com o suporte oferecido a suas demandas.

O segredo, aqui, é mostrar que é realmente dado importância à situação e fazer isso antes que o cliente tenha de perguntar. Isso gera valor para ele e pontos favoráveis para o escritório de advocacia.

Enfim, o que é sugerido nesse tópico é que, por exemplo, o advogado, após protocolar a petição no Tribunal, informe isso para o cliente pouco tempo depois, antes que ele mesmo pergunte se já foi dado início ao processo. Isso pode ser feito por meio de uma rápida ligação ou por intermédio de uma mensagem personalizada de WhatsApp. O importante é o cliente não precisar procurar o advogado para obter as informações referentes ao seu processo.

4. A forma de se comunicar faz a diferença!

Todo o cuidado com o atendimento ao cliente no escritório de advocacia é para que esse cliente se sinta seguro quanto ao serviço que contratou. Então, ele precisa entender sobre o que o advogado está falando. E como muitos clientes mal conhecem as dinâmicas e linguagens envolvidas em um processo, o jeito de comunicar-se com ele precisa ser adaptado a sua realidade para funcionar.

Então, o melhor a fazer é abandonar o hábito que se obtém de usar nas conversas palavras técnicas quando se quer explicar algo. O que se quer com isso é dizer que o linguajar jurídico tem de ficar restrito ao ambiente do Tribunal ou aos encontros de colegas de profissão. Com o cliente, quanto mais simples for a forma de se expressar, melhor ele entenderá a mensagem e mais confiante se sentirá. E confiança é um ativo de muito valor entre advogado e cliente.

Essas são sugestões para o atendimento no escritório de advocacia ser de excelência. Caso haja alguma outra boa prática dando resultado, conte nos comentários. Quanto mais ideias surgirem e forem compartilhadas para aperfeiçoar o atendimento ao cliente em escritório de advocacia, melhor!



Diane Ziemann
Author: Diane Ziemann
É formada em Jornalismo pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali). Tem experiência em redações e agências do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já trabalhou como repórter, editora e assessora de imprensa. Atualmente, é produtora de conteúdo da área de Inovação, na Unidade de Justiça da Softplan.

Deixe seu comentário


shares