Por que o PeticionaMais tem alto índice de satisfação de usuários?

3 minutos para leitura

Facilidade de uso, economia de tempo, aumento de produtividade, qualidade de atendimento. Estes são os principais pontos levantados pelos usuários e clientes que tornam o PeticionaMais uma solução indispensável para a rotina dos escritórios de advocacia. E isso se reflete nas pesquisas internas de satisfação de usuário.

Periodicamente, a cada 45 dias, a equipe do PeticionaMais lança uma pesquisa entre seus usuários para avaliar a satisfação. Trata-se do Net Promoter Score (NPS), uma das principais métricas utilizadas no mercado. Na última sondagem, o NPS do PeticionaMais ficou em 82 pontos, marca que atesta a qualidade da solução.

A título de curiosidade, outras grandes empresas utilizam a metodologia do NPS para avaliar a satisfação dos usuários. Podemos fazer uma comparação – guardadas as devidas proporções – entre companhias globais: o NPS da Netflix é 13, o da Apple é 47 e o da Microsoft, 45. Este site reúne informações sobre outras grandes empresas, vale a pena consultar a sua empresa preferida.

Como é calculado o NPS?

Para entender a importância de ter um NPS de 83 pontos, é preciso conhecer como o indicador é calculado. Basicamente, a pesquisa é feita em torno de uma única e importante pergunta: “De 1 a 10, o quanto você recomendaria o PeticionaMais para outra pessoa?”

Segundo a metodologia, usuários que marcam de 1 a 6 não estão satisfeitos com o produto – classificados como “detratores”. Os que apontam 7 e 8 são considerados “neutros”. E aqueles que pontuam 9 ou 10 são os “promotores”, aqueles que estão muito satisfeitos com a solução e fazem questão de recomendá-la colegas e amigos.

 O cálculo para obter o resultado é uma subtração básica: o percentual de usuários promotores menos o percentual de usuários detratores. Desta forma, a escala do NPS vai de -100 a 100 – o que torna os 83 pontos do PeticionaMais um resultado positivamente incrível.

Mas o que faz o PeticionaMais ter um NPS tão bom?

A pesquisa de NPS é um dos principais indicadores internos que norteiam o desenvolvimento e as melhorias do PeticionaMais. Desta forma, o resultado se deve, em muito, em saber ouvir e aplicar os feedbacks e cobranças por melhorias feitos pelos usuários. Afinal, ter como foco o sucesso dos nossos clientes é um dos nossos princípios.

O PeticionaMais foi criado para solucionar uma dor comum na rotina dos escritórios de advocacia: o protocolo. Embora seja feito majoritariamente de forma eletrônica, ainda é realizado de forma manual. Fora que diferentes Tribunais contam com diferentes sistemas de peticionamento. Dessa maneira, é uma tarefa que custa tempo e dinheiro à advocacia – algumas empresas contam com equipes inteiras responsáveis apenas por protocolar.

Mas melhor do que falarmos de nós mesmos, é deixar o testemunho de alguns clientes que obtêm resultados com o PeticionaMais. Apresentamos a seguir o depoimento de três escritórios que são nossos cases de sucesso com o uso da solução:

“É outra vida. Consigo evoluir em outras coisas. Não me preocupo mais com os protocolos, que é muito mais rápido e melhor pelo sistema” – dra. Daniele Campos Fernandes, sócia da CLC Advogados.

“A centralização de um único token, a facilidade de uso do sistema e a possibilidade de eu ter 30 advogados fazendo todos os encaminhamentos sem lidar com a burocracia dos sistemas jurídicos dos Tribunais, tudo isso trouxe muito mais tempo e produtividade para minha equipe” – dra. Larissa Souza, sócia do Coelho de Souza Sociedade de Advogados.

“O que nós temos de maior valor hoje em dia é tempo. E o PeticionaMais economizou muito tempo da equipe. Demandava muito preencher tudo em diferentes sistemas. E hoje nossos advogados conseguem focar, fazer melhor uma peça, pois sabem que não vão perder tempo com protocolo” – Joyce Sanches, sócia da Guimarães Sanches Advogados.



Author: Tomás M. Petersen
Jornalista, escritor, redator e analista de marketing na Softplan. Especializado em conteúdos sobre Justiça, tecnologia e inovação.

Deixe uma resposta